Exposição de Arte

Há 15 anos, a Zupi, a Zupi Academy e o Pixel Show vem fomentando, incentivando e registrando a produção de trabalhos autorais, mostrando o que há de melhor em termos de arte, design, ideias, cultura, criatividade e tendências no mundo inteiro. Esse ano reservamos um espaço do Pixel Show para uma mostra de alguns artistas trazidos pela Galeria Tato, e também contará com uma intervenção do street artist Crânio. A Galeria Tato foi fundada em 2010 por Tato DiLascio, e trabalha com artistas efervescentes e multidisciplinares, que guardam grande afinidade com as questões atuais da arte contemporânea, resultando assim numa grande mistura de múltiplas influências.

CRANIO
Os índios nasceram na tentativa de encontrar um personagem com a cara do Brasil, e ele não poderia ter escolhido melhor! Com um toque azul e uma linha marcante, a figura brasileira está sempre em situações que roubam olhares e instigam a pensar sobre questões como consumismo e meio ambiente.

www.cranioartes.com

FRANCISCO HURTZ
Através da utilização de linhas e espaço vazio na superfície pictórica, o artista descontextualiza imagens e as reorganiza em sua pesquisa. Sua obra aborda a apropriação e recontextualização de imagens, passando pela Teoria Queer e as relações entre corpos e espaço.

www.instagram.com/franciscohurtz

LUIZ83
Luiz traz a profusão de cores e formas que encontramos nas ruas. Tem, nas técnicas aprendidas com o graffiti, uma das âncoras de sua arte. Sua trajetória também revela a experiência do artista em São Paulo: cores e formas falam do espaço urbano comunicando a cidade através da intervenção no espaço.

www.facebook.com/luiz83.arte

MARIANA RIERA
Trabalha com desenhos em grandes dimensões feitos com pastel seco e pintura a óleo. Representa principalmente a figura humana, trazendo questões que subvertem os padrões do gênero de retrato. Costuma trabalhar com modelos que fazem parte do seu círculo de convivência.

Marcelo Gandhi
O papel é essencial para a produção de Marcelo Gandhi. Seus traços, feitos de nanquim e canetas Stabilo, costumam repousar nessa superfície. Seus trabalhos questionam os tempos atuais, marcados pela pulsação da vida contemporânea e sua natureza caótica e pulverizada.

www.flickr.com/photos/marcelogandhi

Governo do Estado de São Paulo, Secretaria da Cultura e Zupi apresentam a 12º Edição do Pixel Show

proac2
PATROCÍNIO
lupo
dafiti2
REALIZAÇÃO
secreatria-cultura2
zupi